Arquivo do blog

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Gente que vira bicho. Bicho que vira Gente.


O Homem às vezes vira bicho
E não é que virando bicho
Ele vira gente?!

Vira gente exatamente por deixar de ser gente
De gente minúscula
Passa à GENTE maiúscula

Vira bicho e não é que mata menos?!
Vira bicho e não é adoece menos?!
Vira bicho e não é que...

Vira bicho e é menos Doutor Acadêmico
Vira bicho e é mais Doutor Gente


Vê só: Doutorado em gente só bicho tem!
Porque bicho age como gente
Gente que a gente deveria ser

Ou é o bicho homem que não age como o bicho bicho?

Enquanto o bicho bicho tem alma
O bicho gente tenta comprar a sua
Mas tem bicho gente com alma,


ALMA!

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Uma Visão Pragmática: Eleições 2012

     Deixar claro de início que essa visão não é minha visão de partido, de ideologia, de defesa veemente. Esta visão NÃO é a visão do Partido dos Trabalhadores - PT, até porque não tenho legitimidade para falar por ele.
    É apenas, como o título diz, uma visão pragmática da conjuntura política que nos cerca e NÃO minha defesa do que deve ocorrer.
     
     Para mim seria a realização de um sonho ver o PT administrando essa cidade com a mesma competência e resultados positivos que temos alcançados no plano nacional, mas é público e notório que a eleição que se avizinha não será fácil, como nunca foi para o PT nenhum eleição.

     O ex-prefeito Carlos Eduardo, que tem assumido o discurso de esquerda e de oposição à Micarla, atual prefeita, apresenta-se como candidato favorito para a população, além da sombra da Ex-prefeita e Ex-governadora Wilma de Faria começar a aparecer como também possível candidata. Essas questões permitem aferir uma campanha difícil para qualquer candidato do PT à prefeitura, no caso, o Deputado Estadual Fernando Mineiro.

     Mas há quem diga que a configuração da campanha pode mudar. E isso não é oficial dentro do Partido dos Trabalhadores, nem é o que eu REALMENTE quero, repito. Mas a imprensa nos últimos tempos têm batido nessa tecla, ou porque sabe de algo, ou porque deseja interferir em algo, plantar, como se diz, a idéia.

     Portanto, é sabido também que a ex-governadora Wilma de Faria, caso seja candidata e caso seja eleita, deve renunciar ao cargo dois anos depois para ocupar 'sua' vaga no Senado em 2014 (e ai entra a possível candidatura da Deputada Fátima Bezerra ao Senado também em 2014, mas é outra questão...), deixando o vice com a prefeitura na mão. Algo semelhante ao que ocorreu em 2002, quando ele renunciou para concorrer ao Governo do Estado e deixou a prefeitura nas mãos do "apagado", à época, Carlos Eduardo e hoje candidato favorito.

     O que eu estou querendo dizer (mesmo não sendo novidade) é que ser vice de Wilma de Faria em 2012 é, pragmaticamente, uma boa jogada política. A chapa Wilma + Mineiro, PSB + PT é uma boa jogada política. É lógico que dentro do PT e talvez de ambos os partidos, essa aliança não seja bem vista, mas é necessário recordar (ou jogar na cara de muita gente) que o PSB e o PT são aliados no plano nacional e no plano local desde o segundo turno das eleições de 2002, quando o candidato derrotado do PT, o finado Ruy Pereira apoiou Wilma de Faria no plano local e o candidatado derrotado do PSB, Anthony Garotinho (que infelizmente não é finado) apoiou o vitorioso Lula do PT.

     No entanto, e se Wilma não sair candidata? O embate será Carlos Eduardo x Mineiro mesmo. Contudo, ter apoios é necessário e interessante. Wilma como não candidata, o PSB lançaria outro candidato? Acho difícil. Apoiaria quem? Carlos Eduardo? Acho díficil. Teria apoiado em 2010 ao Governo e não o fez. Mas o PT apoiou a loucura do PSB em 2010 e mereceria seu apoio em 2012? O PSB poderia indicar o vice do PT, o vice de Mineiro? Seria a Deputada Estadual Márcia Maia, colega de assembléia de Mineiro?
     Devaneios ou não, é um fato e está posto. Além do mais, dividir nossa base de 'esquerda' (estou sendo pragmática, repito) é o melhor caminho: Carlos Eduardo, Wilma de Faria e Mineiro dividindo os MESMOS votos?
     Será que a direita vai fechar em vários nomes ou em um só? Micarla isolada está e assim deve permanecer. Mas ai vem Felipe Maia, Rogério Marinho, Fábio Fária (?) (que tem o pai como vice-governador, quem Rosalba apoiaria então? Rosalba terá condições políticas de apoiar alguém, haja vista que segue o caminho de Micarla...?)

     Deixo aqui minha ponderações.

     PS.: Micarla está mesmo isolada e é completamente carta fora do baralho?
     

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Elô, Elô, minha Flor!

      Um dia eu disse que minha vida se dividia entre a oportunidade de te conhecer ou não. Não menti. Conhecer pessoas que somam, que aumentam, não no sentido financeiro, mas no sentido humano evidentemete, faz bem à alma. A alma, sabe? Aquilo que a gente esquece que tem e que talvez estejamos maculando com toda besteira feita/dita/pensada diariamente?!
     Sua figura que "efetivamente saiu da criminalidade para a criticidade" me possibilitou ver as pessoas e o mundo fora do meu antigo círculo de pessoas que mereciam ou não minha atenção.
   Ou como um casal amigo ali diz: "entre o que eu definia como algo que prestava e não prestava".

     Tenho passado com você nos 4 anos de curso grandes alegrias. Grandes tristezas é claro, grandes perdas. Mas isso é a vida e nunca deixará de sê-la. Ficar perguntando "o por quê?" é entrar em uma esquizofrenia sem fim...
        Mas de que serviria eu se fosse para passar somente pelas alegrias? Nossa amiga em comum, Marília, certa vez disse: "não quero que Elô pense que sou apenas amiga dela de bar..." Endosso essas sábias palavras.
         E quando falo me perdas, tristezas, é claro que infelizmente estou falando de Cid. É claro que foi nesse sentido que Marília falou também.
         Passar por todos os passos desse obstáculo ao seu lado me modificou completamente. Minha fé foi renovada, porque somente os amigos, a família e a fé que nos sustenta mesmo, isso eu também aprendi no último mês.
       Mas a fé não move montanhas, a fé apenas te ajuda a circular pela montanha e alcançar o outro lado, também aprendi no último mês.
         A gente deixa em um "surto monumental" de dar valor às pequenas coisas (por mais que você seja pequena), passa a ver a beleza da pequena flor da esquina (como diria Eduardo Galeano), passa a ver a beleza onde antes só via a "frescura", onde antes via o infantil, onde antes via o desnecessário.
          Assim, a 'frescura' torna-se o carinho, o amor, o afeto, o 'infantil' torna-se o humano, o real, o ingênuo (sem a carga pejorativa que a palavra erroneamente carrega), o 'desnecessário" torna-se o fundamental.
         Mas coisas boas da vida com você aprendi nos últimos 4 anos. Ser espontânea, verdadeira, galada, necessária, virtuosa, pequena, bonita (mesmo que eu também lhe ache aquela outra coisa que não ouso falar aqui), irmã de sangue, irmã de fé etc, não ficou para todo mundo...
         Lembra do "nós fazemos Direito na FARN"? Pois bem, ali você me rejeitou, já pensou sua vida sem mim? RISOS MALÉFICOS. Mas você se deixou modificar por dentro (e por fora só nos quilos a mais mesmo), ao ponto de se permitir ver quem eu realmente era, quem eu realmente era ali, porque quem faz esse tipo de afirmação, no sentido que você julga que eu fiz, é uma pessoa fraca e jamais forte.
         E eis que o curso está terminando Elô, não me verás mais todo dia! Não veremos mais nossos queridos amigos que pretendo levar para a eternidade todos os dias! Você costuma dizer: "quando o curso acabar, se você sumir, eu bato em você". Não sumirei e mesmo que suma, estarei olhando de longe, mandando mensagens, à espreita, feito um Anjo para uma pessoa angelical.